O Golpe na República Tupiniquim

Segundo a Excelentíssima Senhora PresidANTA da República Federativa do Brasil, um terrível golpe estaria sendo armado contra o seu legítimo mandato presidencial, orquestrado pelo seu Vice-Presidente Michel Temer.
Com a devida vênia, querida Chefe do Estado Republicano Brasileiro e demais defensores da tese da Excelência Vana, o dicionário Priberam nos traz a seguinte definição para GOLPE, senão vejamos:

gol·pe 
(
latim colaphus, -i, bofetada, murro, do grego kólafos, -ou, pancada na face)
substantivo masculino
1. Ferida, incisão ou corte provocado por instrumento cortante.
2. Pancada com instrumento contundente. = CONTUSÃO
3. [Esporte]  Movimento técnico de uma arte marcial, usado geralmente para derrubar, imobilizar ou atingir o adversário (ex.: golpe de judo).
4. Operação, geralmente armada, para tomar o poder político (ex.: golpe militar).
5. [Figurado]  Desgraça ou adversidade; sucesso infausto.
6. Cópia, quantidade.
7. [Galicismo]  Rasgo, .ato, lance, ímpeto, crise.
8. Líquido que se engole de uma vez ou que sai de uma vez pelo gargalo da vasilha. = GOLE, TRAGO
golpe de Estado
• .Ação de uma autoridade que viola as formas constitucionais; conquista do poder político por meios ilegais.

"golpe", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/golp%C3%A9 [consultado em 20-04-2016].


Já em relação à palavra inglesa, o mesmo dicionário diz:

impeachment |impítchmãt| 
(
palavra inglesa)
substantivo masculino
[Direito]  .Ato ou processo legal que pretende a destituição de alguém de um cargo governativo. = IMPEDIMENTO
Plural: impeachments.

"impeachment", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://www.priberam.pt/dlpo/impeachment [consultado em 20-04-2016].


Não vou entrar no mérito jurídico do pedido feito pelos juristas Hélio Pereira Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaina Pacheco, pois isto deve ser apreciado pelos congressistas, eleitos para representar o povo brasileiro. Ademais, o STF, “Guardião da Constituição” é o órgão constitucional incumbido de fiscalizar o andamento correto do processo.

O que quero neste texto, é dizer a “querida Dilma”, que GOLPE é:

1.    Trabalhar o mês todo, receber o pagamento e “rezar” para que o salário seja suficiente para quitar todas as contas;
2.    É chegar no posto de combustível e ver que, mesmo o Brasil sendo autossuficiente na produção de petróleo, nossa gasolina é mais cara do que na Argentina; (a nossa gasolina na Argentina é mais barato que no Brasil)
3.    É ver, semanalmente, dezenas de pessoas implorando por um medicamento, por uma consulta com médico especialista e/ou cirurgias no SUS. E por muitas vezes, não conseguem; muitas acabam morrendo na fila;
4.    É encontrar com catadores de lixo recicláveis empurrando um carrinho pesado, “pra baixo e pra cima”, para ganhar o pão de cada dia;
5.    É saber que milhões e milhões foram (e está sendo) desviados do erário público, dinheiro este que deveria ser destinado para Saúde Pública, Educação, Infraestrutura, Saneamento Básico, etc, etc, etc;
6.    É ver a guerra de Poder e Ego por aqueles que deveriam dar o exemplo; mas se é para meu benefício, não é errado;
7.    É também, “querida PresidANTA”, ver no noticiário milhares de jovens sendo mortos por traficantes e o Estado de braços cruzados para isso;
8.    De igual forma, os milhares de vítimas de acidentes de trânsito, nestas “rodovias da morte”, pelo Brasil a fora;
9.    É saber, Excelência, que enquanto a senhora está ai no belíssimo Palácio do Planalto, projetado por Niemeyer, milhares de brasileiros não têm onde passar a noite;
10.  É, ainda, nobre Chefe do Estado Republicano, triste saber que nossos Idosos são negligenciados pelo País a fora, e que o Estado mal dá o necessário, pois não tem recursos para socorrer àqueles que lutaram a vida toda pelo seu País; Não pode dar uma aposentadoria digna para que estes consigam viver um pouco melhor;
11.  Golpe são os inúmeros assaltos que os brasileiros sofrem, diariamente, ficando muitas vezes, sem um “tostão furado” no bolso, para passar o mês;
12.  É, ainda, ter que ouvir da boca da PresidANTA da República, que ela está sendo vítima de um Golpe;
13.  E por fim, GOLPE é o jsajnmwsuwmnenxc jcdmdxcnn c imwqhc CNN Makcckjwenc;

E só para garantir este refrão, quero dizer que não fui eu quem escolheu o Michel Temer para o cargo de Vice-Presidente, tampouco, quem o elegeu.

E tenho dito!